outubro 12, 2011

Resenha | Cidade dos Ossos - Cassandra Clare

Cidade dos Ossos - Cassandra Clare - 462 páginas
Editora Galera Record
Nota: 4/5 MUITO BOM *MUST READ TOTAL*

Conheça a história de Clary Fray uma jovem que mora no Brooklyn junto com sua mãe. Vivendo sua vida normal com o seu melhor amigo Simon, Clary não suspeita de nada que a rodeia e fica muito feliz por isso, até que numa noite na boate chamada Pandemônio, ela presencia uma cena que a horroriza e mexe com o equilíbrio da sua vida normal.
Após passar pelo o que ela achara ser um mal entendido, Clary pensa que tudo pode voltar ao normal, porém o estranho garoto loiro que ela viu, agora está atrás dela por alguma razão que ela desconhece, então tudo desmorona e ela é sugada para o mundo dos Caçadores de Sombras, guerreiros que tem como missão expulsar os demônios da Terra.
De alguma forma ela percebe que tem uma parte sua nesse mundo também quando sua mãe é raptada e tem que enfrentar um demônio que quer lhe matar. E assim ela passa a descobrir, junto com Jace e Simon, a parte de sua vida que ela pensava que não poderia existir.
Com ação do início ao fim, Cidade dos Ossos, não deixa a desejar quem não gosta de livros lentos, pois a cada capítulo você descobre partes desse mundo dos Caçadores e todo o mistério e sombras por trás dele. Lutando para descobrir o paradeiro de sua mãe, Clary entra em uma trama muita maior que ela. Segredos e mais segredos são revelados e você fica totalmente sem fôlego para mais. Cassandra Clare simplesmente não tem pena dos personagens, nem dos leitores; a história em si é viva e você sente ela fluir de maneira agradável e instigante
Você não consegue parar de ler, enquanto não tiver terminado, e assim que tiver vai querer o próximo. Isso aconteceu comigo.
Deste livro você pode esperar tudo: ação, lutas, leitura fácil e envolvente, bons personagens e uma trama bem escrita; a autora simplesmente não deixou passar nada em vão, então espere um mundo cheio de detalhes e pistas importantes. Meu aviso é NÃO DEIXE PASSAR NADA.
O romance? Eu prefiro não comentar, por que foi de quebrar o coração, eu falo isso por que mexeu comigo em grande proporção e vocês vão entender o por quê assim que terminarem. Isso é outra coisa boa, você só sabe o crucial no final, quando as páginas já estão rareando, deixando você preso para a continuação.
No Brasil a série tem até o segundo, Cidade das Cinzas, publicado e em breve neste mês teremos, Cidade de Vidro, o terceiro, enquanto que nos EUA a série corre para o quinto, enquanto uma outra série que conta o que aconteceu antes desta história também vai sendo lançanda. Então se você ler em inglês, aproveite e ponha sua leitura em dia, senão, vamos ter fé e paciência para que todo a série chegue aqui.
Motivo por que não é CINCO estrelas, mas totalmente MUST READ: o final, ele acabou comigo e ninguém faz eu mudar de ideia.

"Se havia uma coisa que ela estava aprendendo com tudo isso era a facilidade com que é possível perder tudo que se pensa que será para sempre"
Pág. 159

"- Não sou infeliz - ele disse - Só pessoas sem propósito são infelizes. Eu tenho um propósito."
Pág. 173

"- É por isso que, quando os caras mais broncos se cumprimentam nos filmes, não dizem nada, apenas acenam com a cabeça. O aceno significa "eu sou bronco e reconheço que você também é", mas eles não dizem nada por que são o Wolverine e o Magneto, e explicar isso estragaria o clima."
Pág. 326

7 comentários:

Milla disse...

Patrick, adorei sua resenha.
Eu sei que o final foi... sem comentários. Mas mesmo assim, eu ainda dou 5 para a história! E é completamente MUST READ, sem dúvidas =D
Está sabendo se a Record também trará a prequel?
Adorei o mundo criado pela Cassandra, e não me importaria saber de mais coisas a respeito dos Caçadores de Sombras.
Até +

Milla disse...

Ah, Patrick...
Acabei de dar uma passadinha lá no Murphy's Library e vi que você receberá White Cat para review.
Vou esperar pela sua resenha!

Giu Fernandes disse...

OH MY GOD OH MY GOD!!!!!!!
EU AMO ESSE LIVRO <3 <3 <3
O final desse livro é desumano, hahaha, ainda bem que eu tinha o city of ashes! MAS quando terminei city of ashes — que tem um final AINDA MAIS CRUEL — eu não tinha o terceiro e quase morri de tristeza e agonia! HAHAHA
Adoreii sua resenha, e vc falou muito bem quando disse que a Cassandra não escreve nada em vão, tem coisa que ela comenta no primeiro livro e é palavra chave para entender certas passagens do terceiro livro! Tipo aquela frase "to love is to destroy, to be loved is to be destroyed"! Ela é um gênio, quando li o terceiro livro e vi a ligação que ela fez com essa frase que é dita no primeiro, meu queixo caiu lá em baixo!
HAHA
Ok, vou terminar o comentário antes que vc pense que eu sou louca! =P
Beijos!

Bruno Herbert. disse...

Opa, bacana sua resenha :D
Pelo que li parece ser bem legal mesmo, eu tenho o livro aqui mas o difícil é ler, levando em consideração que sou blogueiro ai difícil dar conta dos de parceria, quanto mais os outros rsrs'

Bruno Herbert.'
www.vivendolivros.com.br
Aguardo a sua visita!

Thaís Cavalcante disse...

'Não deixar passar nada' anotado! Comecei a ler este livro hoje, não tô me aguentando aqui porque quero ler mais. Queria muito perguntar à Cassandra qual foi a inspiração dela para escrever esta estória, porque né...

Patrick, sua resenha ficou ótima, sem spoilers e com gostinho de quero mais. Parabéns!

Um ótimo final de semana querido! (:
www.pronomeinterrogativo.com

Mariana disse...

Tudo o que a Cassandra Clare escreve tem um pq, realmente, nada é em vão. Sei que o final é de partir o coração, mas City of Ashes também não fica muito para trás, mas tudo é compensado em Cidade de Vidro...

Bjs
Mari
Psychobooks

danamartins disse...

eu adorei Cidade dos Ossos quando li, mas também não dei 5 estrelas. 5 estrelas ganham só os muitos especiais ♥
Instrumentos Mortais é uma série boa, mas não é tudo isso.